Pesquisar este blog

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

PREVISÕES, ANSEIOS NA VERDADE...

ITAQUAQUECETUBA, 05 DE AGOSTO DE 2013.

Esse texto na minha modesta opinião é o top , foi na veia, o discurso do Rodolfo, no "picadeiro" do circo de horrores e Meca gospel tupiniquim, foi de fato, uma bomba, os alienados pelos incessantes mantras a que são submetidos concordavam sem saber o que estavam concordando, algo comum para essa "GERAÇÃO DE ADORADORES", o seu texto consegue fazer os dois paradoxos, bíblia tradicional x bíblia jovem e hinos dos hinários históricos (no caso harpa cristã) x musica gospel.

iniciando na versão da escritura, você mostra que essa busca pelo "novo", nada mais é que assinar o atestado de "burrice", no caso das versões x traduções, nesse exemplo as pessoas precisam ler VERGONHA, por não entender opróbrio, precisa ler MENSTRUAÇÃO por não entender fluxo de sangue, falta de cultura e interesse em conhecer o idioma nativo, sem contar a perca da "seriedade", e no assunto dos hinos então, a reafirmação da origem dos autores e seus reais motivos em compor os hinos, em contraste ao mercado Gospel.

Pode ser que não surta o efeito imediato, mas quero crer, que estamos em um processo de mudança, esse é um fator que me faz manter firme nessa trincheira o de ver que está havendo mais adesões nessa fileira, acredito também que como toda modinha a musica gospel já está saturada, ou pelo menos saturando, a Lagoinha que foram uma dos pioneiros nessa presepada toda é de 1997, ou seja, já são 16 anos...
Que não passe de 20, essa é minha oração a DEUS. que da mesma forma que vieram avassaladores e derrubando tudo o que existia e funcionava, retrocedam por onde vieram com o anzol no nariz... Isaías 37:29

Os hinários resistiram por séculos, 2 pelo menos, porque são a expressão da crença dos missionários e primeiros obreiros das Igrejas, e essa volta as origens é necessária e creio está próxima.

O assunto das musicas na Igreja, não deveriam tomar tanto o tempo e a atenção, como sempre foram deveriam ser tratados como assuntos secundários ou terciários, mas o estrago que essa musica e todo o "pacote" que vem junto com ela tem feito a Igreja tem nos feito ficar alertas.
Através da musica  as doutrinas eram ensinadas no passado. (lógico que pregação expositiva, culto de ensino e EBD também), mas pessoas que não sabiam ler, por exemplo, decoravam versos e textos complexos pelas letras dos hinos que entoavam. Da mesma forma hoje todo o lixo do neopentecostalismo e as Teologias da prosperidade, Batalha espiritual e todas as outras tranqueiras desse século, são veiculados pelos holofotes da musica gospel.
Mas creio que o caminho da desintoxicação tem que ser o inverso, não será possível banir a musica gospel de maneira abrupta, seria quebrar os postes ídolos de Baal, ou refundir as medalhinhas de DIANA DOS EFESIOS, seria capaz de ter que ouvir 2 horas seguidas do mantra gospel.
Atos 19:34

Acredito que a desintoxicação deverá ser pela palavra, pregações, sermões e estudos, enfatizando as doutrinas fundamentais da fé, e CRER que o Espirito Santo irá trazer o discernimento, aos que estarão ouvindo a pregação correta e "desdizendo" o que "ENTENDEU" nas musicas gospel, esse conflito creio eu ira trazer as pessoas a essa realidade que o RODOLFO já está enxergando hoje, a palavra vencerá, a verdade vencerá, a Vontade Soberana de DEUS vencerá, é nisso que creio.

Mas como disse Ap Paulo aos Romanos em Romanos10:14-16

Eu sei que você também sabe que esse texto a pregação é a do Evangelho, logo não seria o caso para esse assunto com "crentes", mas o negocio está tão feio que acredito que as pessoas precisam novamente do leite, como no escrito as Hebreus, em Hebreus 5:11-14

É isso que penso, quase deu um artigo essa resposta,

Acabei me excedendo.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

O GRANDE CRIME

O grande crime ...



Há muito tempo tenho me deparado com essa triste realidade, sou um criminoso!!!
É isso mesmo sou um criminoso e reincidente em 28/04/14, escrevi um texto sobre o tema “ROTULOS E TITULOS”, no qual já verificava que ser “ ... ” é encarado como um Rotulo (pejorativo) e que em minha opinião deveria ser um titulo, uma “qualidade”, tal pessoa é Honesta, Seria, Cristã, Etc;

Hoje lendo uma reportagem sobre os desdobramentos do governo interino do President”O” Michel Temer, o jornalista claramente tendencioso disse que o “povo” não deu aval para um governo de “direita” com as medidas “ ... ” que estavam sendo tomadas. Vale ressaltar que as tais medidas super “... ” relatadas pelo ministro não são em nada exageradas.
O que me assusta é que não há nem mais o debate, ou seja, rotular como “ ...” algo, automaticamente faz com que quem esteja argumentando passe a mensagem que tal coisa é ruim! Oras bolas, e quem disse que ser “ .. ” na politica é ruim, é uma verdade absoluta? Onde está o debate de ideias? Infelizmente os 30 anos após a Ditadura militar serviram para que as “esquerdas” conseguissem implementar seu “marxismo cultural” usando as universidades, escolas, igrejas, etc fazendo que posições outrora exclusivas da ideologia de esquerda se tornasse a maior verdade do mundo na terra brasilis...

Se é que alguém está em duvida sobre o grande crime, a palavra proibida é CONSERVADOR.
Na politica e nos costumes ser conservador no Brasil é um crime a ideologia marxista está impregnada na sociedade de tal forma, que a expressão “CONSERVADOR” sempre causa arrepios em quem houve.

Como estamos vivendo um momento em que a Igreja tem se “conformado” (o oposto a RM12-2) com a sociedade e não está imprimindo sua marca na sociedade, ou seja, a Igreja está tentando parecer com a sociedade e não sendo o fator de diferença, ou o fator de contraste com a sociedade.
A agenda “inclusiva” da sociedade está chegando a Igreja, o discurso relativista está entrado na Igreja, o pensamento hedonista está entrado na Igreja e é claro o “asco” ao conservadorismo também, e nesse caso é pior porque o asco é tanto ao conservadorismo nos costumes e na politica como também em relação ao conservadorismo religioso, que é grande defensor das doutrinas fundamentais contra as investidas das ditas teologias, LIBERAL, DA LIBERTAÇÃO, DA PROSPERIDADE, ETC...
Igrejas que são CONSERVADORAS em sua origem e em suas doutrinas e confissões, hoje olham para a teologia conservadora como algo nocivo, dizem alguns que a Igreja precisa ser “adequada“ a demanda (bem de “comuna” essa expressão) da sociedade
.
Precisamos (dizem eles) de uma Igreja que atenda a demanda das tribos urbanas, dos Skatista, dos grafiteiros, etc...
Precisamos (dizem eles) de uma pregação mais moderna, sem fabulas e parábolas antigas, sem essa teologia de açougueiro que só fala em sangue e pecado.
Precisamos (dizem eles) mudar nossa linguagem, usar gírias e até palavrões a “bíblia free-style” que o diga.


Mas prefiro o que diz o Apostolo Paulo;
Em 1º Coríntios capitulo 2.1-5
E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.
Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.
E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.
E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder;
Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.
1 Coríntios 2:1-5


Palavras como conservador, fundamentalista, confessional, denominacional são mais obscenos que os palavrões da bíblia free style.

Apontar um erro teológico em uma pregação ou musica gospel é crime inafiançável!

Citar trecho de uma confissão de fé é farisaísmo!

Olhar para a historia da Igreja e seus heróis é nostalgia quando não idolatria, 

Calvino, João Manuel da Conceição, etc Segundo eles fizeram parte de outra realidade viveram em outros séculos, hoje temos André Valadão, Malafaia, Lucinho, Fernandinho, Thalles, etc

O que é então ser conservador? Ou ainda, o que não é?

Ser conservador não é ser contra programações na Igreja, é perguntar;

Está edificando a Igreja, ou causando escândalo?
Está evangelizando, ou entretendo o pecador?
Está voltada para as necessidades dos de fora, ou é uma programação para simples recreação dos da Igreja?


Ser conservador não é ser contra “musica gospel” também chamada de cânticos espirituais uma forçada de barra como alguns querem fazer, é perguntar:

Está edificando a Igreja, ou causando escândalo?
Está ensinando verdades bíblicas, ou propagando erros teológicos e heresias?
Está levando a Igreja a adorar a Deus, ou a se emocionar?

Ser conservador não é ser contra mudanças, é perguntar:

Está edificando a Igreja, ou causando escândalo?
A motivação é melhorar algo, ou descontinuar algo que estava funcionando.
Essa mudança é para ser agradável a DEUS, ou aos homens.

Novamente vejo que a distancia entre o que DEUS quer de nós e o que estamos fazendo está só aumentando;
Que DEUS  se apiede de nós e perdoe-nos pela nossa falta de amor a sua verdade.